sábado, 31 de outubro de 2009

Sinceramente...

Acho que o Benfica vai vencer de forma fácil.

Jesualdo Ferreira - Zon Tv Cabo

Clique em cima da imagem para ampliar

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Justissimo!

O resultado é mais do que justo.
Já vi jogos do distrital bem melhores.
O Porto tem um futebol inqualificavel. É tipo merda.
Jesualdo, talvez esteja naquela horinha. Pensa nisso.

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Não, obrigado!

Os EUA não quiseram e vamos nós mamar com elas?!
Está bem, está.
Não tinham eles a culpa.
Nem dada a quero.

Tenho saudades tuas!

Todos os dias não me chega.
Para sempre parece-me pouco.
Tenho saudades tuas, mesmo quando estou ao teu lado.

Deviam ser todos assim

Patacas foi profissional.
Falou com clareza, foi honesto, sério e respeitador.
Está esclarecido o que aconteceu fora das quatro linhas e ponto final.

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

60.000 visitas

Anda aí muito boa gente que não tem mesmo nada que fazer na vida.
É este o resultado das politicas do nosso país.
O rendimento social de inserção, também conhecido como rendimento minimo, ajuda a que um espaço destes já tenha atingido as 60.000 visitas.
Ok, admito que a Maitê e o Saramago também ajudaram à festa.
Para piorar as coisas o contador de gente não funciona desde a criação do estabelecimento.
São estas situações que me deixam preocupado com o nosso Portugal.
Para onde caminhamos nós?
É caso para denunciar o abuso. A página permite, disfrutem.

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Brasil chama Hulk

É oficial.

Ser blogger

Escrever-vos de peito feito nem sempre é fácil.
Este blog não é de simples admnistração.
Nasce um amor ao mesmo tempo que se cria um ódio.
Podia ter um blog politicamente correcto. Para mim era bem mais fácil.
Quando criei este blog achei que ele deveria ter a minha maneira de ser e de estar, teria que ser quase como um filho que sai ao pai.
Escrevo-vos à velocidade do que sinto, seja de politica, de amor, de futebol, de música, enfim, do que quer que seja.
Dou a cara a um público que desconheço quase por completo. Acreditem que isto nem sempre é agradável. É quase impossível agradar a todos os que me visitam, por muito que tente.
Já passaram mais de três anos desde o meu primeiro post e por vezes visito o passado deste livro virtual e dou conta que muita da minha vida passa por aqui. Partilho-a convosco.
Dou o corpo às balas, não escondo a minha identidade, o meu nome está no fim de todos os meus textos. Poderia criar um nome virtual, mas acho que o engraçado disto é dar-vos um pouco de mim, mesmo aos que não merecem.
Quando critico o Saramago ou a Maitê não posso esperar que todos me batam palmas e poderia evitar esse tipo de situações, isto é, em caso de barulho eu calava-me, mas eu não sou assim e vi muitos calarem-se em casos como estes. Eu digo-vos o que sinto. Sou puro.
O futebol é uma das minhas maiores paixões e eu não tenho necessidade de criar conflitos com amigos, conhecidos ou desconhecidos, mas é aqui que eu deixo o que sinto, não discuto futebol em mesas de café. Sei que não sou dono da verdade, nem sou nenhum expert em futebol, sou apenas um comum adepto, mas gosto de vir aqui e mostrar-vos o que sinto e o que penso, mesmo estando errado. Não escondo nada.
Aqui falo de amores e desamores, aqui falo de familia, com alguma protecção nestes assuntos delicados, mas falo. Numa linguagem própria e obrigatória neste tipo de documentos.
Dou-me ao trabalho de consultar o dicionário sempre que tenho duvidas a nível da escrita para evitar os erros públicos. Gosto de ler bem antes de falar de qualquer assunto, isto porque detesto ser surpreendido, principalmente em assuntos que eu atiro para a fogueira da discussão.
No fundo todos vós têm acesso a um diário meu.
O que aqui vos escrevo serve para vos alertar que eu não sou como nenhum de vós, sou só eu, nada mais. Ninguém pensa de igual forma.
Experimentem criar um blog ou algo do género e tornem públicas as vossas ideias e crenças. Faz bem à alma e enrijece o peito.
Leiam-me, comentem-me, aplaudam-me, critiquem-me, afinal de contas, como diz um amigo meu, a opinião é como um cu, cada um tem o seu.

segunda-feira, 26 de outubro de 2009

Artigo de opinião

Este post não aceita comentários. Não percam tempo a fazê-los.
É ditadura? É. Ditadura futebolistica.
O resto continua em normal funcionamento.
O que aqui escrevo trata-se de uma opinião minha. Vale tanto quanto isso.
Só cá vem quem quer, quem não gostar sai pela porta que entrou.
Acabei de ver o Benfica a vencer o Nacional por 6-1. Vi o jogo todo.
Podem enviar as faixas de campeão nacional para o Estádio da Luz. Sem margem para erro.
Primeira parte equilibrada, achando eu que o Benfica foi superior.
2-1 ao intervalo aceita-se.
A segunda parte termina com um 6-1 que fabrica capas vistosas. Errado.
O que se passou foi feio.
Jorge Jesus mostrou que como homem vale zero. Festejou um golo gritando nos ouvidos do fiscal de linha. Gesticulou e provocou Manuel Machado. Na conferência de imprensa provou que o nível e a classe não vivem com ele. A falta de educação que vem da infância, de certeza, acompanhou-o na maneira como falou para quem o entrevistava.
É bem verdade que não basta sê-lo, é preciso parecê-lo.
Manuel Machado brilhou quando lhe perguntaram o que se passou com Jorge Jesus. Disse o técnico do Nacional que para ele "um vintém, é um vintém e um cretino há-de ser sempre um cretino". Classe nesta resposta.
Ruben Micael fala em problemas no tunel. Manuel Machado foi mais especifico e falou em pressões e agressões.
Aimar voltou a simular um penalty. Já cansa. Os senhores que puniram Lisandro na época passada conseguirão punir este senhor que já é conhecido nos jornais por "cai-sempre"?
Um jogador como Aimar não precisava disto.
O 3-1 nasceu da teatralidade do argentino.
O 4-1 nasce de uma entrada dura de Javi Garcia sobre Ruben Micael. Este último fica no chão enquanto a jogada prossegue com destino ao fundo da baliza dos madeirenses.
O 5-1 nasce de um tropeção de Ruben Amorim, que bate com o pé esquerdo na sua perna direita. Sozinho. Resultado? Expulsão de Patacas e do livre (fantasma) nasce o 5-1.
O 6-1 resulta de novo penalty. O comentador da Sport tv disse que "há um contacto do jogador do Nacional que apenas tenta chegar à bola. Penalty forçado". Disse o entendido. Eu, em relação a este último, aceito a decisão do árbitro. Daqui resultou a expulsão de João Aurélio.
Não discuto a justiça do vencedor. O Benfica foi um justo vencedor.
O Nacional acaba com nove e sofre dois golos de penalty. Pela primeira parte que fez merecia mais. Não merecia era levar com o Sr. Vasco Santos e o seu apito colorido.
Informo aqueles que conheço e que não são adeptos do Porto que comigo não irão discutir mais futebol. Por isso não irei aceitar comentários a este post.
Experimentem falar de futebol só com aqueles que gostam do mesmo clube que vós. Não se irão chatear. É garantido.
Já agora, ontem o Farias faz o 3-1 em fora de jogo, o Sougou domina a bola com a mão antes de fazer o 3-2 e o Bruno Alves deveria ter sido expulso.
Outra coisa: o Porto não dá um pontapé e está a 3 pontos do campeão nacional.

sábado, 24 de outubro de 2009

Sport tv

Sábado à tarde.
Lareira acesa.
Tempo feio a espreitar pela janela.
Eu, o pai e o sofá.
Sport tv no máximo.
Bayern de Munique, Tottenham, Chelsea e Real Madrid fazem parte do cartaz para hoje.
Que mais se podia pedir? É um sábado perfeito.

sexta-feira, 23 de outubro de 2009

Desde 23 de Outubro de 2008

A Rafaela e a Renata fazem hoje um ano.
Passa rápido, não passa?! Pelo menos para mim passou.
São as meninas mais bonitas e engraçadas que alguma vez conheci.
Sei que sou suspeito, mas é a pura verdade.
Parabéns aos pais e às bébés!

Parabéns Fiona!

Chegou aqui antes de fazer dois meses e hoje (também) já completa um ano de existência.
É o mimo da casa. Admito.
A Fiona faz-nos muita companhia, é super inteligente e é tão doida quanto meiga.

quinta-feira, 22 de outubro de 2009

Doping no futebol

No ciclismo tiraram o titulo ao Nuno Ribeiro e à Liberty Seguros graças ao doping.
No futebol castigam apenas o jogador.
E se forem muitos jogadores? Retiram o titulo ao clube?
Surgiu-me esta duvida depois de ler umas coisas na net.
Um dia destes partilho convosco.
É bem verdade que nesta vida não há coincidências.

Missão cumprida!!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

José Saramago,

quem diz que "Deus é vingativo e má pessoa" não é ateu. É doente.
Vir a Portugal dizer o que disse é não ter noção do que fica bem e do que fica mal.
Há certas pessoas que depois de atingirem um determinado patamar na sociedade se julgam superiores a todos os que o rodeiam, contudo Saramago superou tudo e todos, pois ele sente-se capaz de criticar a vida e a personalidade de Deus. Dando, a determinadas alturas do seu discurso, a ideia de que é do tempo de escola de d'Ele.
Será tudo isto prepotência ou será falta de clarividência mental?
Eu, tal como o eurodeputado, também agradecia muito que vossa excelência deixasse de ser português. Gente assim não faz falta nenhuma neste país.
Fique com o seu prémio Nobel e com a sua escrita que a maioria de nós repugna e os que compram fazem-no porque é in ter um livro de José Saramago em casa, mas não passa de peça decorativa.
Já agora um desabafo que me corre nas veias há anos: se eu escrevesse sem pontuação era um analfabeto, vossa excelência é um intelectual de topo. Vou morrer sem entender isso.
Diz vossa excelência que "a Biblia é um manual de maus costumes, um catálogo de crueldade" e eu acredito que isso já será a Alzheimer a falar. Força Saramago. Procure um especialista para tentar ter um fim de vida minimamente digno.
Quando, no auge da sua parvoíce, diz que "Deus é cruel, invejoso e insuportável", eu, no auge da minha sanidade mental, digo que José Saramago tem um atraso mental que não lhe permite pontuar o que escreve, nem ter noção do que diz, que recebeu um prémio Nobel por piedade e que é o maior animal de duas patas que eu vi em toda a minha vida. Gostou?

Carta de amor

As cartas de amor já não se usam. Se bem que tenho saudades delas.
O amor, esse, ainda se vai praticando. Não com as cores de outras épocas, mas pratica-se.
Há muito que te quero escrever. Os dias de hoje correm tão depressa que nem tempo tenho de te dizer o quanto te quero. O quanto te amo. O quanto me fascinas. O quanto me fazes falta. O quanto...tudo.
Não me esqueço de ti. Nunca.
Queria aproveitar esta carta para te pedir desculpa por tudo. Pelos meus erros. Pelos meus defeitos.
Sou assim um ser imperfeito, mas sei que me amas assim.
Criticas-me ao mesmo tempo que me aceitas e eu agradeço por isso.
Amo-te e amo-te mais ainda quando não parece que te amo.

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Cilindrar o Inter?!

Hoje, enquanto estava no ginásio, a Sportv transmitia o jogo Inter de Milão - Dinamo de Kiev, a contar para a Liga dos Campeões.
Enquanto se treinava e se espreitava a televisão, eu comentei com um amigo (benfiquista) que na minha ideia o Inter de Milão esta época não tem mostrado nada, que está a praticar um mau futebol, enfim, não tem um fio de jogo.
Diz-me ele assim: "Oh Cris eu este ano já vi alguns jogos do Inter e eles estão realmente fracos. Já me lembrei várias vezes: se o Benfica apanha o Inter cilindra-os!"
Isto foi dito num tom sério.
Agora fora de brincadeiras: sou eu que estou muito à parte da realidade do futebol benfiquista ou este povo anda mesmo nas nuvens?
Cilindrar o Inter?!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Pedra Alta - Vila do Conde

A noite foi, como se previa, fantástica. O jantar foi, como não se previa, uma porcaria.
Quando falo do jantar refiro-me à comida. Mais especificamente à sapateira.
A determinada altura da refeição um membro da nossa equipa apercebeu-se que a sapateira cheirava mal. Isto para não dizer que cheirava a merda.
Um a um comprovamos isso. Era um cheiro realmente insuportável.
Nem se tentou comer. Era óbvio que a sapateira não estava bem.
Chamamos o funcionário e pedimos-lhe que chamasse o responsável pela sala. Ao que indica seria o dono.
Lá veio o dito cujo.
Explicamos-lhe o que se passava e pedimos-lhe que fizesse o mesmo que nós, ou seja, que cheirasse a coisa que ali estava.
Assim foi. Qual não é o nosso espanto ouvir da boca de tão sabido senhor do marisco que "a sapateira é fresca e não cheira mal", acompanhando a citação com um sorriso que nos chamou de burros a todos.
Sentiu-se, o entendido, ofendido por pessoas que de marisco nada devem perceber, afinal de contas vêm de Vila Real.
Depois de lutarmos com argumentos honestos e sentidos fomos vencidos por uma afirmação que a todos nos derrotou. Disse-nos o senhor, depois de cheirar segunda vez, que a sapateira estava bem, afinal de contas, tal como ele disse no momento, "cheira a pão".
Até ali apenas tinha ouvido, depois disso tive que falar. Disse-lhe eu que aqui na minha terrinha também há sapateira, pode vir de longe, mas a viagem não a cansa e chega sempre em bom estado. Acrescentei-lhe que graças a Deus não preciso de ir a Vila do Conde, ao Pedra Alta, para comer marisco, aqui na serra também há desse petisco. Os que ali estavam sentados só são de Trás os Montes, não são burros.
O senhor sorria do alto da sua experiente idade.
Eu sentado na minha cadeira disse-lhe que não é preciso ser profissional do ramo da restauração para saber que o que ele tinha que fazer era levar o que ali estava para a cozinha e pedir-nos desculpa. Não o fez, foi pena.
Despedi-me dele dizendo-lhe que a sapateira cheirar ao pão é uma tal merda, mas se o pão cheirasse à sapateira era uma categoria.
O livro de reclamações foi a sobremesa. Escreveu-se em forma de desabafo. Sei que não passa disso. Infelizmente.
O senhor ofereceu-nos uma sapateira cozida que, ao que tudo indica, cala tolos. Nós rejeitamos e ele desapareceu.
A conta foi a prevista. Nem duas sapateiras ( não foi só uma) estragadas deram direito a desconto.
Assim cresce um nome (Pedra Alta) que apelida várias casas deste nosso Portugal e algumas fora dele.
Não se julgam pessoas pelas suas origens, nem esse senhor se pode julgar mais que alguém por ser quem é ou por trabalhar onde trabalha. Com a atitude dele apenas mostrou que é menos, muito menos, que todos nós.
Lá não ficamos a dever nada, mas não me esquecerei dele e sempre que tiver oportunidade mostrarei, a quem quiser ver, que o Pedra Alta (de Vila do Conde) não merece a visita de ninguém.
Este filme terá continuação no cinema ASAE. Se vai servir de alguma coisa? Duvido. Mas calados não ficamos.
O resto da noite foi fenomenal. Não há palavras. Ficam imagens guardadas num arquivo chamado amizade e com um lembrete que diz "voltar a repetir".

sábado, 17 de outubro de 2009

Nós vamos!!

Hoje o Pedra Alta volta a receber-nos de braços abertos.
Venha o marisco. Venha o Casal Garcia. Venha uma grande noite.
A amizade no seu estado mais puro.
A contratação de dois reforços obrigou-nos a trocar de meio de transporte.
Deste vez chegaremos a Vila do Conde de Renault Trafic. Mai nada!!
Convocados: Eu, Cátia, Renato, Kátia, Paulo, Joana, Rui e Carla.

Fisiogaspar e boas noticias!

O meu joelho foi o motivo que me levou a Lisboa.
Na clinica Fisiogaspar tive oportunidade de privar com o famoso fisioterapeuta Gaspar.
Conhecido por tratar do Ronaldo, do Figo, do Deco, do Maniche, do Simão, entre outros.
Fui às escuras, não sabia que tipo de pessoa ia encontrar.
Encontrei um grande profissional e uma excelente pessoa.
Se a cunha ajudou? Acredito que sim, mas também acredito que sem cunha o tratamento deva ser exemplar.
Pois bem, o meu joelho foi analisado ao pormenor.
A ligamentoplastia resultou na perfeição. O meu joelho está a 100%.
Ouvir isso já valeu a viagem. Sem qualquer duvida.
Há uma grande atrofia muscular, mas que tem solução. São 3 cm a menos na perna que sofreu a lesão. É muito para quem foi operado há um ano e meio. Dito pelo especialista é "uma atrofia brutal".
Pouco tempo de fisioterapia parece estar na base do problema.
O fisioterapeuta António Gaspar traçou-me um plano de treino que me vai ajudar a recuperar a massa muscular perdida. Vão ser três meses de trabalho especifico e depois disso voltará a haver uma nova avaliação.
Antes de sair esclareci a duvida que tenho desde 25 de Março de 2008.
"Poderei voltar a jogar futebol?"
A resposta que queria ouvir e na qual acredito. Agora mais do que nunca.
"Sem duvida nenhuma. Depois de desenvolvermos este trabalho poderás voltar a jogar futebol sem qualquer tipo de problema".

quinta-feira, 15 de outubro de 2009

Destino: Lisboa

Calma, o Bolatti resolve!!

Falou-se muito dos outros. Dos que vendem jornais.
Esqueceram-se do portista Bolatti, mas quem garantiu a presença da Argentina no Mundial de 2010 foi mesmo ele.
Teve que ser um homem que não tem lugar no Porto a colocar a segunda maior selecção do mundo na África do Sul.
Gostei da ironia.

terça-feira, 13 de outubro de 2009

Maitê Proença,

desculpa despir-te perante o mundo, mas sei que é assim que as brasileiras se sentem bem e eu não quero que te falte nada.
Há muitos muitos anos, nós, portugueses, com grandes embarcações e sem medo de nada, descobrimos o mundo.
Um dia chegamos a um país quente, onde as praias eram paradisiacas, onde as pessoas andavam nuas, com a cara pintada e grunhiam para comunicar. Era o Brasil.
Pegamos nos teus familiares e ensinamo-los a sentar à mesa, a comer com talheres, a falar (o português que ainda hoje falam), a vestirem-se e a conviver em sociedade.
Demos um nome à vossa terra, uma lingua à vossa gente e um rei para vos governar.
No inicio do teu video provas que estás em Portugal mostrando o número de uma porta colocado ao contrário. Pois bem, eu achei por bem mostrar ao povo português sinais do Brasil, assim, quando eles estiverem no teu país, não terão duvidas quanto a isso. O português é das linguas mais complicadas e mais belas do mundo e o povo brasileiro há anos que não consegue ter uma relação saudável com a lingua mãe.
Para ajudar os portugueses irei traduzir de brasileiro para português o que as imagens falam.
Aproveita e aprende. Faz-te bem à alma.
Espley é spray. Não é português de nascença, mas é de uso mundial.
Facio é fácil, dificio é dificil e efectivamente no Brasil, complicado é ser virgem ou vige, como se diz por aí.
Hurinar é urinar. Para vós, brasileiros, sempre que se usa um orgão genital tem que se pagar. Isso é sabido por todos nós.
Aroiz é arroz. Tomati é tomate. Assucra é açucar. Mandioka é mandioca. Sim, é complicado para nós tentar cozinhar o que quer que seja com esses condimentos. Eles não existem.
Felisidade é felicidade. Como no Brasil não se usa muito, nós por cá entendemos o erro.
Ceja é seja. Esprimente é experimente. Agora, sejam humildes e experimentem aprender um pouco de português.
Sebola é cebola. Sebola é melhor porque não faz chorar, apenas e só porque não existe. Melansia é melancia. Ou é um fruto que nós não conhecemos ou é mais um pontapé na lingua portuguesa. É mais um pontapé.
A Maitê na Playboy é gozo pessoal de português.
Salazar foi eleito o melhor português de sempre. A Maitê ironizou.
Salazar foi licenciado em Direito na Universidade de Coimbra. Coimbra é "só" a mais consagrada escola de Direito de Portugal.
Salazar conseguiu que Portugal fosse país neutro na Segunda Guerra Mundial. Só por isso evitou milhares de mortes. Talvez mereça o titulo de melhor português, não?
O Lula foi eleito democraticamente Presidente do Brasil.
Lula tirou o curso técnico de torneiro mecânico e manda nesse povo todo. Irónico, não?
Lula consegue ter droga, assaltos, mortes e prostituição como não há em mais país do mundo.
O teu cameraman conseguiu chamar mar ao Tejo. Poderia chamar-lhe burro, mas basta dizer que ele é brasileiro.Em relação ao que se passou no teu hotel não fiques chocada.
Aqui em Portugal quando temos problemas na internet ligamos para uma linha de apoio e do outro lado está um técnico que nos resolve o problema. Para a recepção do hotel só ligamos para pedir comida ou toalhas. Nada mais.
Se o "rapaiz" estava a olhar para o teu mouse, rato em português, e achou que era uma capivara, é fácil. Rapa a capivara. Realmente, pela primeira foto parece mesmo uma capivara.
Não leves a mal, mas os portugueses quando se trata de brasileiras só olham para a mulher do rato. Entendes?
Já agora, oh Maitê, aquela tua maneira de cuspir faz-me acreditar que já entraste no filme porno.

segunda-feira, 12 de outubro de 2009

Ideia do dia:

Eu estou bem é calado.

domingo, 11 de outubro de 2009

Eu voto em consciência

Voto no que acho melhor para mim.
Voto em quem mais confio.
Eu voto pelas pessoas e não pelos partidos.

sábado, 10 de outubro de 2009

Hoje é dia de reflexão,

por isso vamos reflectir. Nem que seja num espelho.

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Barack Obama é candidato!

Depois disto, eu acredito que Obama possa fazer frente a Messi e Ronaldo.

Algarve

Do Algarve deixo-vos postais.
Postais do Olhanense-Porto.
Postais das paisagens algarvias.
Postais do que por lá se come.
O Algarve é sempre bom e faz bem.

Lisboa

Alfama.
A Baiuca. Casa de fados e de boa gente. Sitio maravilhoso.
Comida caseira, ambiente familiar e o vinho. Como era bom aquele tinto.
Os fadistas de rua que cantam com Portugal no coração, para uma casa cheia de outros idiomas.
Adorei. Prometo voltar à Baiuca e a Alfama.
Seguiu-se o Jardim do Tabaco. Também este merece o meu regresso.
Tranquilo, bonito, boa gente e as morangoscas são fantásticas e baratas. Baratas não, mas acessiveis são sempre. 5€ cada. Ladrões.
Terminamos a noite no Dock's. Gostei do espaço e do ambiente. Sinceramente.
Foi um bom sitio para pôr fim à noite.
A caminho do carro ainda fizemos umas comprinhas no Indiano (qué frô). Coisas lindas.
O after hours caseiro era obrigatório e cumpriu-se.
Lisboa convenceu-me. Não para sempre, mas para de vez em quando.
Por fim deixei-vos a foto do burro de corsários e sapato clássico.
Brutal o burro. E dança que se farta.
Rimos muito com o animal. É só isso que vos posso dizer.

Voltei

Estas férias têm duas páginas bem distintas: Lisboa e Algarve.
Imagens e palavras contam-vos como foi.

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Férias!!

Destino:
Uma cidade à qual prometo visitas há anos e um amigo a quem devo uma visita há muito muito tempo.
Já que lá estou, aproveito o factor C e vou aqui para que este senhor, que trata as estrelas, veja o meu joelho. Chique, não?!
Depois de todas estas coisas volto a fazer-me à estrada, para passar uma bela semana de descanso.
Segundo destino:Mais propriamente aqui:Até breve.

quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Sistema

Este é craque!!

E eu também agradeço.