sábado, 31 de dezembro de 2011

2012

Para dois mil e doze desejo saúde. Muita. Para mim, para os meus, para vós e para os vossos. Essa é a base. Dos pilares nós tratamos com trabalho diário.
Neste novo ano amemos mais os que nos amam, sejamos mais amigos dos que nos adoram, provoquemos mais inveja aos que nos odeiam e, acima de tudo, saibamos apreciar e valorizar o que temos, seja muito ou pouco é nosso.
Que tenhamos força para sorrir mesmo quando só nos apetece chorar.
Minha gente, espero, sinceramente, que este 2012 ande a roçar a perfeição.

2011 rebobinado

Exame de admissão para o estágio da Ordem dos Advogados considerado inconstitucional. Carlos Castro e Renato Seabra. Messi e Mourinho, os melhores do mundo. Enxurradas no Brasil. Lyonce Viiktórya. Reeleição de Cavaco Silva. Marrocos. Vinte e cinco anos do Vitinho. Demissão de Mubarak. Ronaldo, o Fenómeno, diz adeus ao futebol. Tragédia no Japão. Abertura do curso de estágio da Ordem dos Advogados. Nome profissional e número de cédula. Início da formação na Ordem dos Advogados. A conferência de imprensa de Paulo Futre. Sócrates deixa de ser o Primeiro Ministro português. FC Porto, campeão no estádio da Luz. Q7 do mano. Cento e vinte e dois anos de Charlie Chaplin. FC Porto vai à Luz recuperar de uma desvantagem de dois golos e segue para o Jamor. Trinta e setes do Vinte e Cinco de Abril. Casamento de William e Kate. Morte de Bin Laden. FC Porto, vence, em Dublin, a Liga Europa, frente ao SC Braga. FC Porto campeão nacional sem derrotas. FC Porto, depois de vencer a Supertaça, a Liga Portuguesa, a Liga Europa e a Taça de Portugal passa a ser o clube português com mais títulos. Passos Coelho, Primeiro Ministro de Portugal. Casamento do João e da Iolanda. Cento e Vinte e Três anos de Fernando Pessoa. Baptizado do Cristiano Ronaldo Junior. André Villas Boas transfere-se do FC Porto para o Chelsea por quinze milhões de euros. A minha pós-graduação. Morte de Angélico Vieira. Exames da Ordem dos Advogados. Morte da Amy Winehouse. A marca "O Olho Vivo", a tua segunda pele. Seis anos da morte do Tiago. A Carolina venceu a leucemia. Jamaica. Prisão perpétua, tese de mestrado. Dez anos do onze de Setembro nos Estados Unidos. Proposta do contrato de edição da Chiado Editora para mim. Morte de Steve Jobs. Formador na Lexsegur. Assinatura do contrato de edição da Chiado Editora. Kadhafi foi assassinado pelo seu povo. Dois anos de escritório. Portagens na A24. Formador no IEFP. O meu livro ficou pronto. Morte de Kim Jong-il. Playstation 3, branca. PES 2012. Iphone 4S.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

Coisas que eu ouço XV


Amo.

Agenda do dia

Cama até às 13h. Pronto, eu admito, passava das 13h quando saí de lá, mas pouco.
Lareira boa. Um aquecimento que o corpo exige.
PES 2012, modo online. Um joguinho para não perder o ritmo.
Shopping. Quem resiste aos saldos?
Ginásio. É preciso cuidar daquilo que as festas estragam.
Resumindo, uma tarde à medida das minhas necessidades.

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Uma verdade #6

Se não estão a tremer é porque não vai acontecer.

Lembrete

É bom acordar numa cama vazia e saber que não estou sozinho.

Ouçam, por favor

O vídeo tem um pouco menos que meia hora e sei que isso é o suficiente para que quase ninguém o veja, mas deviam vê-lo. Todos sem excepção. É um despertador de mentalidades feito de verdades indestrutíveis.

O futebol

O futebol é um vício sem cura. Quem, como eu, o ama sabe do que falo.
Eu vivi dezasseis anos da minha vida como atleta federado. Dos oito aos vinte e quatro.
São páginas de calendário bordadas a ouro. São amigos e experiências que vivem no meu peito e de lá não saem.
Pré-épocas, treinos, convocatórias, viagens, jogos, vitórias, derrotas, empates, lesões e castigos são apenas alguns ingredientes da receita de um futebolista. Ninguém, por muito que estude, sabe tanto de futebol como alguém que o viveu, que o respirou e que o sentiu. Ninguém!
Partilho convosco um vídeo que só faz sentido para quem conhece o cheiro de um balneário.
Saudades. Tantas saudades.

Kim Jong-il

As imagens das cerimónias fúnebres de Kim Jong-il são, no mínimo, confusas. As pessoas gritam e choram porque são obrigadas a isso ou porque amam a ditadura? Não entendo.
Para além disso, é deveras preocupante deixar um país como a Coreia do Norte nas mãos de um jovem com 28 anos de idade e juntar à tenra idade de Kim Jong-un as estreitas relações que o país tem com a China e com a Rússia, um exército de 1,21 milhões de soldados, armas nucleares, mais de 4000 tanques de guerra, 915 navios da Marinha e 1748 aviões da Força Aérea é, e convém não esquecer, um cocktail mais do que explosivo.

quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

Coisas que eu ouço XIV

iTunes

Adoro a Apple. Adoro o Mac. Adoro o iPod. Adoro o iPhone. Adoro tudo o tem a maçãzinha. Adoro mesmo. O iTunes é outra história. Odeio-o. Eu dou voltas e voltas àquilo e acabo sempre desorientado. Já muitos me tentaram orientar, mas aquilo não me parece, de todo, fácil, muito menos intuitivo e é isso que eu peço a qualquer ferramenta virtual. Mas isso sou eu, não é?

terça-feira, 27 de dezembro de 2011

Coisas que eu ouço XIII

127 Horas

Conheço a história há bastante tempo. O filme descobri-o ontem. Hoje já o tenho comigo.
Não sei quando irei vê-lo, mas convém que não demore muito.
É uma história verídica que prova que o ser humano é capaz de coisas incríveis.

O meu Natal

Foi lá por casa e quem me faz feliz nesta vida estava presente. Adultos e crianças.
O jantar, bom como sempre, foi regado com um tinto que é uma delicia. Um Cancelão reserva, um vizinho nosso aqui do Douro. Aconselho.
A doçaria, que a mim não me convence muito, foi regada com Moet&Chandon. Uma maravilha.
É bom estar à mesa e ver que o cinismo está do lado de fora da casa. Sabe bem falar com quem só nos quer felizes. É isto que eu peço em todas as noites de Natal. Isto e saúde, claro. Tenhamos nós saúde que o resto lá se resolve.
À meia noite, quando os anjinhos já pediam cama, demos início à abertura dos presentes. Eu fui o Pai Natal de serviço, distribuí cada uma das prendinhas. Excepto duas que escondi para ganharem impacto. Teve mesmo que ser.
Eu recebi coisas fantásticas. Tive os presentes com que sonhava. Cada rasgo no papel de embrulho fazia aumentar o brilho dos meus olhos. Voltei a ser criança de tamanho reduzido.
Eram duas da manhã quando saí de casa, a pé, para cumprir uma tradição de sempre. Eu, os amigos, uma fogueira no meio da aldeia, conversa, gargalhadas, um frio que dói e uns copos que aquecem. Um fim de noite como mandam as regras.

sábado, 24 de dezembro de 2011

Um Santo Natal

Desejo, a todos vós, caros leitores e respectivas famílias, um Santo Natal.
Que esta quadra seja recheada de saúde e de muita paz. Espero que tenham quem vos ama por perto, que os abracem e que pensem que realmente são felizes com o pouco ou muito que têm.

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

Para quem quiser comprar o meu livro

Tenho alguns livrinhos dos meus comigo. Não todos, como é óbvio, mas tenho alguns. Todos lindos, garanto!
Quem quiser adquirir um exemplar faça o favor de dizer. Como? Podem ligar para mim, podem ligar para os meus, podem ir lá a casa e podem deixar aqui um comentário, comentário esse que tem que ficar com os vossos dados, por favor. Para além disso têm que ter dez euros para o pagar e isso tem mesmo que ser, não depende de mim. Quem quiser recebe-lo em casa terá que pagar as despesas de envio, o estado da nossa economia a isso obriga.
Peguei hoje no meu livro e a sensação é indiscritível. Juro por Deus.
É um sonho que realizo, é um projecto que concretizo e é uma felicidade sem medida.
A todos vós, que por cá passam, o meu muito obrigado. O livro também é vosso.

Pai Natal, se tu existisses mesmo...

PlayStation 3
Iphone 4S
Ipad 2

quinta-feira, 22 de dezembro de 2011

Dica #7

Quarto Livro de Crónicas de António Lobo Antunes | 17

quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

O livro está pronto

Ligaram-me da editora há coisa de minutos. O livro está pronto.
Depois de amanhã vou conhece-lo pessoalmente. Ele vai lá ter a casa.
A sua apresentação ao público não depende de mim. Vou receber uma chamada do departamento responsável pelo lançamento da obra e nessa altura vou saber de coisas que vos interessam a vós. Logo que haja uma novidadezinha que seja eu informo-vos. Prometo.
Estou feliz que eu sei lá. O meu livro está pronto. Pronto, pronto, pronto!

Lar-Escola Florinhas da Neve

O meu irmão está a fazer voluntariado para o Lar-Escola Florinhas da Neve, em Vila Real, e eu tenho um orgulho nele que não cabe em mim.
Por lá moram crianças, dos três aos dez anos, que se viram, de alguma forma, privadas de uma família. Não preciso de vos explicar mais nada, pois não?
É importante apoiar, seja de que forma for, estas crianças. Faço daqui um apelo para que todos sejamos voluntários nesta nobre tarefa de ajudar quem mais precisa.
O Lar-Escola Florinhas da Neve está na Rua D. António Valente da Fonseca, em Vila Real.

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Dica #6

Biografia de Steve Jobs | 26,91€

O Porto

Um jantar de amigos levou-me até à cidade do Porto. Uma cidade que já foi minha durante alguns anos. Foi por lá que estudei, foi por lá que também fiz que estudei e, no fim de contas, foi por lá que me licenciei. Desta cidade ficam várias recordações. Tantas que lhe perco a conta.
Cada canto daquela terra acaba por me trazer histórias e vivências. Os Aliados, os Clérigos, as Antas, a Ribeira, a Boavista e a Foz que tanto me apaixonada. Amo a Foz do Porto, de coração. Foi por lá que passei a minha noite e aproveitei a ocasião para admirar a beleza da ponta da cidade do Porto. Mais, aproveitei as horas que passei naquela cidade para ter a certeza de que a minha segunda casa tem lá morada. Sem dúvida.
Não sei o dia de amanhã, mas se der Porto dá alegria.

domingo, 18 de dezembro de 2011

Neymar

"O Barcelona ensinou como se joga futebol."

Coisas que eu ouço XI


Que o descanso de Cesária seja tão eterno como a sua voz.

quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

Obrigado!

Quero agradecer a todos os formandos de quem ontem me despedi. Ao Paulo, ao Sr. João, ao Filipe, ao Fábio, ao Sr. Abel, ao Sr. Luis, ao Pedro, ao Tiago, ao André e ao Victor. Obrigado, de coração. É por pessoas como vós que ainda vale a pena dar formação, não pelo dinheiro.

Amarga Project feat. Lady B! - Live Your Dreams


O videoclip completo.
Se um pedaço vicia, imaginem um todo.
Arrisquem-se a ficar dependentes disto. Ouçam!

Dica #5

E o PES 2012, sim?

terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Coisas que eu ouço X


É só um cheirinho, mas não engana, o som é maravilhoso. Mais um dos Amarga Project.
Não os elogio agarrado à amizade que nos une, mas sim ao talento que os cobre.

Aleluia!

Hoje fecho as portas à formação nocturna. Graças a Deus.
Adoro leccionar, mas das 19 às 23 horas é peso a mais para as minhas costas.
O dinheiro que entra é bom, é, mas não é tudo. Nem de perto nem de longe. Gosto muito de ter vida e de há dois meses para cá deixei de ter e, parecendo que não, a minha vida faz-me falta.
Tudo o que não é saudável faz mal e esta formação é um exemplo prático de algo pouco saudável. Fico com a da manhã, essa mastiga-se bem melhor e para já chega-me bem.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2011

Coisas que eu ouço IX

Se...

Se os políticos portugueses governassem com a mesma vontade com que fazem oposição isto era um paraíso.

Quem não chora...

Hoje é dia doze, o tempo vai passando e o Natal está cada vez mais perto.
Estou capaz de perder a vergonha e começar a dar dicas das mais caras.
Só dá quem quer e eu sempre ouvi dizer que quem não chora não mama.

sábado, 10 de dezembro de 2011

Parece fácil

Uma verdade #5

Preocupa-te com o teu carácter, não com a tua reputação. O teu carácter mostra quem és tu, a tua reputação mostra o que os outros pensam de ti.

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

quarta-feira, 7 de dezembro de 2011

Mais uma voltinha, mais uma moedinha

A partir de amanhã vir de casa para o escritório custa 1,35€ e do escritório para casa, para não haver ciúmes, custa o mesmo. Isto sem os truques das dez viagens.
O que dará, a partir de Maio, altura em que findam as isenções e os descontos simpáticos, um total de 2,70€ por dia, 13,50€ por semana e 54€ por mês.
Nesta fase estou a ponderar comprar outro carro lá para casa, depois coloco-lhe a via verde com a respectiva isenção, e com quatro veículos no agregado familiar já posso trazer um por semana o que me permite trabalhar sem pagar, isto porque cada um tem direito a dez viagens grátis. Chegando a Maio pego no mais antigo e mando-o para abate e com o dinheiro do abate sempre posso pagar mais uma viagens.
Neste momento a A24 faz-me lembrar as diversões das feiras populares a nível de slogan. "Mais uma voltinha, mais uma moedinha! Mulher não paga, mas também não anda!"

Dica #4

Chanel Allure Homme Sport

Sobre o livro II

A editora mandou um e-mail a informar que não querem arriscar uma data específica para a conclusão da obra, contudo, informam que o processo na gráfica está bastante rápido e acreditam que, para que a obra comece a ser comercializada, seja uma questão de poucos dias.
De momento é o que tenho, tudo o que for surgindo eu partilho convosco. Até lá vou pensando se deva ou não apresentar-vos a capa escolhida.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Dica #3

Óculos de Sol Gucci | 128,90€

Cinema, assim não dá!

Cada vez mais me custa ir ao cinema. Esta é a verdade.
A minha sessão é, obrigatoriamente, a da meia noite. Com isto tento apanhar salas arejadas de gente. Contudo, e como é normal, mais pessoas partilham o mesmo espaço e o mesmo filme comigo. Para mal dos meus pecados, diga-se.
Há quem vá ao cinema para ver um filme e há quem vá ao cinema para se exibir, tipo macho na feira. Quem vai para o filme não me incomoda, é óbvio, mas quem vai para a exibição enerva-me de morte. Juro por Deus.
Há vários tipos de exibicionistas. Há o relatador do filme, que é aquele que diz, alto e em bom som, o que os seus olhos vêm, tipo "olha o gato", esquecendo-se o relatador de que não tem uma visão especial, isto é, o que ele vê eu também vejo, não preciso que me traduza imagens; o eco, que é aquele que repete, para toda a gente ouvir, o que as personagens dizem, pensa ele, presumo eu, que tem uma audição especial e então, qual alma caridosa, partilha com os restantes aquilo que ouve; o eco profissional também aparece no cinema, não tantas vezes como o simples eco, mas aparece, este indivíduo é o que repete os sons do filme, é um ser capaz de miar ou ladrar em plena sala de cinema, um fora de série, portanto; aquele que não tem segredos, ou seja, o que ele diz a quem está ao seu lado tem que ser ouvido por todos os presentes na sala, este é o tipo que leva demasiado à letra a regra que nos diz que falar baixo na presença de outras pessoas é falta de educação, então podemos ouvir expressões maravilhosas como "no intervalo vou ter que ir dar uma mijada"; as pessoas de negócios, são aqueles seres que mesmo estando no cinema têm que atender o telemóvel, haja o que houver, e, como é óbvio, gente de negócios tem o telemóvel com som, não vá o diabo tecê-las e incomodar os outros é um objectivo que tem que ser cumprido, então e depois de se ouvir o telemóvel tocar podemos ouvir uma agradável conversa, do estilo de "estou no cinema, vim ver um filme de rir e estou a adorar! Sim, esse mesmo! Isto acaba por volta das duas manhã, eu quando sair ligo-te. Liga ao Quim e diz-lhe para ir lá ter. E amanhã vais tomar café ou vais ficar por casa? Ah, está bem, mas está tudo bem com ela? Vê lá, se precisares de alguma coisa diz. Olha lá, está a chover? Não? Ainda bem! Pronto, vou acabar de ver o filme porque esta parte está a ser de partir o caco, tens mesmo que vir ver! Até já então, xau!"; o exibicionista mor, é aquele que é capaz de qualquer coisa para fazer rir a dama que o acompanha, infelizmente o truque é quase sempre o mesmo, ou seja, deitar o balde de pipocas ao chão "sem querer" e elas riem-se que nem umas histéricas e ainda conseguem dizer que isso está sempre a acontecer-lhe, o que mostra uma inteligência limitada, primeiro porque não entendem que é propositado e segundo porque riem-se sempre da mesma piada; por último, o barulhento mesmo calado, que é aquele que consegue que toda a sala olhe para si mesmo sem abrir a boca, isto é, consegue fazer mais barulho com um balde de pipocas e um copo de coca-cola do que todas as colunas do cinema, porque ele suga a coca-cola, abana o copo para derreter o gelo e, num dia de loucura, ainda arrota, depois mexe e remexe as pipocas e ainda as come de boca aberta.
Neste momento estou em condições de vos dizer que ou os cinemas passam a ter algum funcionário responsável pela sala, com poderes para expulsar todos os que não sabem estar dentro dela, ou eu vou ser obrigado a deixar de partilhar uma sala com estranhos.
Por mim basta!

O Gato das Botas

Gostei do filme.
Não é o Shrek, porque nada se compara ao ogre verde, mas é algo idêntico.
É um filme leve, bom de se ver, com momentos de bom humor e um gato com muita pinta.
"Ustedes conocen la historia, pero no saben la leyenda", assim diz o felino das botas, e com razão, por isso façam o que vos compete, vão ao cinema mais próximo de vós conhecer a lenda.

Arménio Pimenta

Tenho orgulho nele, como amigo, como ex companheiro de balneário e como pessoa conhecedora da sua família. Sei que merece tudo o que já conquistou e o ainda muito que vai conquistar. Desejo-lhe toda a sorte do mundo, ele merece-a.

domingo, 4 de dezembro de 2011

Coisas que eu ouço VI

Dica #2

Nike Pegasus+ 28 | 78,99€

sábado, 3 de dezembro de 2011

Veríssima - Luzes, câmara e tu

Não sei o que é pior, se a coragem dela ou a estupidez de quem a põe ali.
Já vi cabras a berrar de forma bem mais afinada.
Veríssima, ex-concorrente do Secret Story I

sexta-feira, 2 de dezembro de 2011

Uma verdade #3

Deus nunca te dá um peso maior do que aquele que tu consegues suportar.

A ira de Cain

Uma desilusão.
Se vos disser que o filme mais parece uma série dos anos 90 estou a ser simpático.
Muito aborrecido e com coisas que não se entendem.
O fim surpreende, mas nada mais. Tudo o resto é oco.
Eu vi-o, mas não aconselho.

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Dica #1

Swatch Touch Black | 112€

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Abençoado feriado

O meu dia de labuta só termina às 23h, mas na minha mente já é feriado.
Amanhã vou entregar o meu corpo ao dolce fare niente e a minha cabeça não vai andar longe dele. Garanto.
Se vos disser que a última vez que me sentei na mesa lá de casa para jantar foi no dia vinte deste mês, acreditam?

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Coisas que eu ouço V

Pai Natal,

onde é que eu estava com a cabeça quando assumi publicamente que tinha consciência que tu não existias? Onde? Muito me espanta essa minha atitude. Sinceramente.
A esta hora, se eu não fosse artolas, tu ainda existias para mim e no primeiro segundo do dia vinte e cinco de Dezembro ia aparecer uma alma caridosa a dizer "ou ou ou", com um fato igual ao teu, mas made in China, e com uma barba postiça, que irrita a pele, toda torcida, alma essa que seria precisamente a mesma que iria desaparecer do sofá às vinte e três horas e cinquenta minutos do dia vinte e quatro de Dezembro, mas eu ia disfarçar, ia fazer cara de parvo e os meus olhos iam brilhar, não por quem vestia o fato, mas sim pelo que trazia nas mãos.
O que mais me dói é que quando eu acreditava em ti pedia-te máquinas de tetris, bonecos que esticavam, consolas que gritavam terem mil e quinhentos jogos quando só tinham cinco e cassetes de música; agora que eu sei que tu és um adorno de infâncias, existem as playstations, os iphones e os ipads. É justo? Diz lá!
Sabes Pai Natal, tu tiveste uma sorte do caraças! Se me apanhasses nesta fase eu juro que te ia pôr a pedir e pouco me importava a tua conversa sobre a crise.

Mãe é mãe

Porque ela sabe que a noite foi intranquila.
Porque ela sabe que a minha manhã foi dura.
Porque ela sabe que eu sofro com isto.
Porque para ela eu serei sempre bebé.
"Tás melhor?", perguntou a minha mãe por mensagem escrita.
São só duas palavras, eu sei, mas não há nada mais valioso que isto.
Agora sim, eu estou melhor.

Gorro com barba

Quero isto, mas rápido.
Onde posso comprar? Alguém sabe?

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Luan Santana | Ao vivo no Rio

Chegou agora mesmo às minhas mãos. Directamente do Rio de Janeiro. Ainda traz o cheiro e o calor da cidade maravilhosa.
Quem mo trouxe traz o brilho próprio de quem acabou de chegar da mais bela cidade do mundo. As palavras para descrever o que viu não saem. É normal, o Rio de Janeiro só é entendido por quem o vê, por quem o sente, por quem o vive e por quem o respira.
O Rio deixa marcas. Quem lá vai apaixona-se e quem de lá vem quer lá voltar. O calçadão, o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o bondinho, Ipanema, o Leblon e a Barra da Tijuca são palavras que dão um nó chamado saudade bem no meio do meu peito.

sábado, 26 de novembro de 2011

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Eu pecava...

Se os teus beijos fossem castigo de Deus, eu pecava só para ser punido!!

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Tão simples e tão bom

"Caro Cristiano, visitei o teu blog pela primeira vez. Gostei. Gostei, porque és tu, através de palavras e imagens. Abraço."

The first day of our lives